sábado, 12 de dezembro de 2009

Pluralidade

Ao massagear teu útero
Perdemos-nos em espasmos e desvarios
Nossos corpos repletos de arrepios
Unidos em um só
Deságuam-se dois rios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário