sábado, 12 de dezembro de 2009

História de pescador


Ao ver o pescador costurar a rede,
perguntou o menino ao pescador:

Qual será a verdadeira conexão,
que têm os fios da rede com o mar?
Como consegue o peixe ela buscar,
neste profundo mar de escuridão?

Respondeu o vivido e bom senhor.
Sabes a Rainha, a Rainha do mar?

Aquela que protege o pescador
seja no rio ou mar bravio.
Aquela que só ela tem o privilégio
de ganhar oferendas, florilégios.

Pois então:
Roubaram o véu de Iemanjá
e fizeram a tarrafa,
assim dizia a lenda
que o mar trouxe na garrafa.

3 comentários:

  1. Zé, é linda sua poesia, sua palavras justamente usadas. Parabéns de coração, com carinho: ROSILANE - EX-PROF

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo BLOG, Zé!
    Demorou, mas saiu... E ficou muito legal:
    o layout, as cores, a fonte escolhida e, sobretudo, os teus poemas.
    Continue escrevendo...
    Abraços do teu Amigo e Fã!

    ResponderExcluir
  3. Amigo,seu faro de poeta é apurado!
    Um grande abraço e adorei o blog!
    abraços! Taís.

    ResponderExcluir